caópolis.


Artista da Semana: Fred Einaudi
16/10/2010, 11:28
Filed under: Artista da Semana | Tags: , , , , ,

Fred Einaudi é um artista americano nascido em 1971, em Weed Heights, Nevada, e que mora atualmente em São Francisco, Califórnia. Não sei onde ele estudou, nem o que já conquistou, só sei que é genial.

 

Fred Einaudi ao lado de uma de suas pinturas

Fred Einaudi ao lado de uma de suas pinturas

 

A arte dele possui elementos de algum modo pós-apocalípticos, é recheada de contrastes e ironias e coberta de um surrealismo realista fascinante.

 

The Chocolate Donnut - óleo sobre tela

The Chocolate Donnut - óleo sobre tela

 

As pinturas são todas a óleo… E, como, pelo menos até agora, sou péssimo com pincéis e tintas, tendo a achá-las ainda mais deslumbrantes por causa disso. Confesso que já vi pinturas mais realísticas feitas com tinta a óleo, mas isso de maneira alguma tira o mérito de Einaudi em atingir tal nível de domínio da técnica.

 

The Mermaid - óleo sobre tela

The Mermaid - óleo sobre tela

 

Einaudi é certamente uma das minhas influências mais intensas. Obras minhas como Robotomii e a série Beleza Interior estão impregnadas da ironia mórbida de Fred Einaudi, e várias usam a técnica de “montagem” com referências fotográficas, também usada por Fred, embora nem cheguem perto da riqueza de detalhes das pinturas dele .

 

Patriot - óleo sobre tela

Patriot - óleo sobre tela

 

Quem quiser saber mais sobre esse grande artista… não veja o site dele =P… Lá você até encontra outras pinturas, e um e-mail para contato, mas é nessa entrevista aqui que é possível ter uma idéia melhor da biografia e do que passa pela cabeça de Fred Einaudi.



Sara e Hugo
25/07/2010, 18:51
Filed under: Ambigramas | Tags: , , , , , ,

Mais um ambigrama meu tatuado em alguém. O ambigrama original era o seguinte:

Mas Sara, que pediu o ambigrama, quando decidiu tatuar, algum tempo depois de ter recebido a imagem, pediu-me para fazer uma versão mais legal. E eu fiz, ei-la abaixo:

Ela gostou bastante, e então tatuou no dia seguinte. A tatuagem está no pé dela, perto do calcanhar, e com tamanho bastante reduzido. O que explica, em parte, a perda de qualidade do ambigrama.

É provável que eu venha a mencionar essa Sara ainda algumas vezes, pois ela é a autora da encomenda do desenho interessante que mencionei no post anterior…



Colocando o assunto em dia…
25/07/2010, 14:41
Filed under: Geral | Tags: ,

Uau. A faculdade tomou meu fôlego nos últimos tempos… Mas estou gostando bastante. O suficiente para ter parado preocupantemente de produzir arte (exceto ambigramas…) e poesia, minhas válvulas de escape quando não estou feliz. O futuro, deste blog, da minha carreira como artista, de tudo, agora é uma incógnita, mas a verdade é que nunca deixou de ser… E prefiro assim.

Agora, fazendo jus ao título deste post, vamos às novas. A primeira nem é tão nova, aconteceu poucos dias depois do meu post anterior… Venci na categoria “Pintura” do Festival de Artes da UFPE, com Anatomia de um Coelho. O prêmio para minha categoria é uma viagem a São Paulo para ver a Bienal de Arte (ainda não sei qual =P, mas espero que seja a Internacional). Inclusive amanhã haverá uma reunião com os vencedores, acredito que para resolver esses detalhes, já que estamos mais próximos da data da viagem, que deve ser em setembro ou outubro…

A segunda nova é que o visual definitivo do álbum Conflito Interno, da banda Sexto Elemento, cuja capa ilustrei, já foi definido, como pode ser visto no post original, que editei para mostrar as novas imagens.

A terceira é que fui convidado para fazer a capa de outro álbum… Também de uma banda de amigos meus, mas eles acabaram de lançar um CD, então vai demorar um pouco para que pensem no próximo… Apenas já decidiram que eu é que vou ilustrar a capa =P… Caso queiram curtir o som deles, podem fazê-lo aqui.

Encomendaram-me também alguns desenhos pessoais, dos quais alguns devo fazer ainda nestas férias (e dos quais um não será um desenho convencional… será bastante interessante). Enfim, há muita coisa nova vindo por aí, fiquem atentos ;).



A Primeira de Muitas?
31/03/2010, 22:59
Filed under: Ambigramas | Tags: , , , , ,

A maioria dos ambigramas que me pedem têm um objetivo certo: virar tatuagem. Várias pessoas me dizem que me mostrarão fotos quando tatuarem, e eu realmente me interesso em ver, mas só agora uma delas de fato mostrou as fotos… Não sei o nome dela, mas acho que o apelido é “Meul”, ela tatuou o ambigrama “Miguel\Adriana”:



Geneide
07/03/2010, 20:13
Filed under: Desenhos e Pinturas | Tags: , , , , ,

Tirando um pouco das teias de aranha depois de meses sem desenhar… Este é um dos vários pedidos de desenho que me fizeram ao longo do ano passado e só agora estou com tempo de fazer (nas férias eu estava ocupado também, me divertindo =P)… É o primeiro que estou fazendo, mas provavelmente foi o pedido solicitado mais recentemente… Acho que no final de Agosto de 2009… Pois é… Há casos piores… Tem um que faz pouco mais de um ano que me pediram…

Essa é a professora de português do cursinho em que estudei ano passado. Gosto muito dela, talvez por isso decidi fazer seu desenho antes de todos os outros que me pediram há mais tempo (se bem que na fila estão pessoas como um primo evangélico e mentiroso e uma carioca que não conheço direito…).



Why So Serious?

Sei que ninguém aguenta mais ouvir, ver e falar sobre o coringa mais recente, o interpretado por Heath Ledger, mas essa idéia andava pela minha cabeça há algum tempo, e hoje resolvi começar a rabiscar pra ver se dava certo. Deu.

Why So Serious?

Fiz ainda uma versão colorida (clique para ver uma versão ampliada):

Why So Serious?

Legal, né =P? É um tipo difícil de ambigrama, pois exige não só habilidade com letras e tipografia, mas também habilidade com desenho. Meus primeiros e únicos contatos com esse tipo de ambigrama foram numa campanha publicitária da veja, sob o discutível slogan “Quem lê veja entende os dois lados“, produzida pela agência AlmapBDDO.

Campanha "Quem lê veja entende os dois lados"

P.S. (07/08/09): Há uma versão refeita deste ambigrama, para a revista IdeaFixa:
Why so Serious?



Anatomia de Um Coelho

Finalmente. Esta foi a minha obra que gastou mais tempo, dinheiro, material… Foi a mais planejada, e a que mais demorei a começar a fazer depois que tive a idéia (tive há pelo menos um ano, só comecei a fazer neste domingo). Certamente não é a mais bonita nem a mais legal, mas definitivamente gostei de planejar e fazer. Podem apostar que farei outras obras no estilo, talvez não para a exposição de agosto (já que leva muito tempo, e meu tempo está acabando), mas para uma próxima exposição talvez (óia xP).

Anatomia de Um Coelho

Este “coelho” é um coelho como o de Alice no País das Maravilhas, apressado, preocupado com o trabalho, com o tempo, representando o homem moderno… Há, contudo, algumas diferenças interessantes (que de certa forma enfatizam a imagem original do coelho), e é aí que os materiais falam…

Meus planos originais para o cérebro consistiam em fazê-lo com uma cédula recortada. Tive que mudar de idéia, já que descobri que fazer isso é crime federal. Minha solução foi imprimir a imagem de uma cédula de 10 reais no tamanho normal, e então recortá-la e fazer o cérebro como eu queria. Obviamente isso simboliza que ele só pensa em dinheiro, em lucro, em ganho pessoal.

Anatomia de Um Coelho (detalhe)

O fone está ligado no “coração” do coelho, que é um relógio (funcionando), meio que dizendo que ele só ouve o tique-taque do relógio, só se preocupa com seus horários, seus compromissos, e não “ouve” o mundo ao redor.

O coração-relógio do coelho, por sua vez, cheio de fios e ligado a uma placa de circuito (‘restos mortais’ de um carregador de MP4 =P), dá a nítida impressão de que ele é uma bomba-relógio…

Anatomia de Um Coelho (detalhe)

O esqueleto foi feito com recortes de um livro de física. Não sei claramente por que fiz isso, foi mais para chocar os nerds xP… Mas de certa forma representa a idolatria da ciência pelo “homem moderno” (não que a ciência seja de todo ruim, longe disso, mas essa ciência preocupada com avanços tecnológicos que visam somente lucros cada vez maiores, essa ciência que se esquece das pessoas, essa ciência é ruim).